Paróquia Santo Anatácio
  Horários de Missas
  TERÇA 07h00 - MANHÃ
QUINTA 19h30 - NOITE
SEXTA 07h00 - MANHÃ
SÁBADO 18h30
DOMINGO 08h00 - 10h00 - 19h00
   

BENÇÃO É CONFIAR NO SENHOR

13 - Novembro
No artigo passado, falei do profeta Jeremias e da revelação que Deus lhe fez sobre a origem de cada pessoa que vem a terra. (Jr 1,4-5) Vamos continuar com este profeta do Povo de Deus, que chegou a ser considerado como o servo sofredor, obviamente, antes da vinda de Nosso Senhor Jesus Cristo, este é o verdadeiro Servo Sofredor anunciado por Isaías. E por que continuar com Jeremias?

Porque sua profecia fala de perto à situação que vivemos: tempo difícil e tempo ruim. Jeremias viveu o pior momento da história de Israel, que culminou com a destruição do Templo de Jerusalém e com a deportação dos judeus para o humilhante exílio da Babilônia.

Quando Deus revelou a Jeremias a missão para a qual Ele o tinha consagrado, o profeta disse: “Ah, Senhor Deus, eu não sei falar, sou apenas um menino.” Deus respondeu: “Irás a todos a quem eu te enviar e dirás tudo o que eu te mandar dizer. Não tenhas medo deles, pois estou contigo para te livrar.” (Jr 1,6-8)

O temor de Jeremias se confirmou. Eis como os inimigos tramavam contra ele: “Vamos armar um plano contra Jeremias, vamos massacrá-lo com a língua, sem dar atenção às suas palavras.” (Jr 18,18) A perseguição era tamanha que Jeremias chegou a lamentar ter nascido: “Ai de mim, ó minha mãe! Tu me geraste como homem de contenda, homem de contradição por toda esta terra, todos falam mal de mim.” (Jr 15,10) “Por que fui sair do teu ventre, para ver só tormento e dor, para terminar os meus dias na vergonha?” (Jr 20,18)

Se não bastasse toda adversidade, a missão para a qual Deus consagrou Jeremias exigiu dele uma vida de solidão: “Veio a mim a Palavra do Senhor: não tomes mulher, nem tenhas filhos ou filhas.” (Jr 16,1) Dia após dia, Jeremias via o povo se afastar de Deus e tapar os ouvidos às suas Palavras. Por fim, ele viu Jerusalém ser destruída e seus compatriotas levados como escravos para o exílio. Sabe o que deu força para o profeta resistir e nunca recuar?

A certeza que Deus colocou em seu coração: “Não tenhas medo, estou contigo para te livrar.” E nisto Jeremias inspirava sua oração: “Bendito aquele que confia no Senhor, o Senhor mesmo é sua confiança, será como árvore plantada junto à água, que estende suas raízes para o rio e não teme o tempo do calor, suas folhas permanecem verdejantes.” (Jr 17,7-8)

Caro leitor, saiba que com homens desta grandeza pessoal Deus construiu e continua construindo a História da Salvação. Homens que não se ajustam com o inimigo e nem falam com ele, porque jamais se afastam da obediência e fidelidade à Palavra de Deus. Siga este caminho e terás a benção. Como disse o salmista: “Não terás medo do terror noturno, da peste que se alastra na escuridão, da mortandade que devasta ao meio dia, caiam mil ao teu lado e dez mil à tua direita, de ti, porém, não se aproximarão.” (Sl 91,7). Fique com Deus e esteja em paz.

‹ voltar a página anterior
© 2010 Paróquia Santo Anastácio. Todos os direitos reservados.
CNBB Diocese de Presidente Prudente Vaticano Rádio Onda Viva Canção Nova